Artur Bolinha confirma novos nomes na diretoria do Treze e põe técnico Flávio Araújo no radar do time de olho em 2023

Novo chefe da diretoria executiva galista após a renúncia de Olavo Rodrigues, empresário afirmou que novas definições devem acontecer após a confirmação do clube na disputa da pré-Copa do Nordeste.

(Foto: Cassiano Cavalcanti / Treze)

Empossado presidente do Treze no último sábado após a renúncia de Olavo Rodrigues, o empresário Artur Bolinha já arregaçou as mangas e deu início ao planejamento de olho na próxima temporada. Em entrevista concedida na segunda-feira, o novo mandatário alvinegro afirmou que novos nomes serão integrados em breve a quatro departamentos da direção do clube. Já no que remete ao futebol dentro das quatro linhas, alguns nomes já surgem no campo especulativo para comandar o Alvinegro na próxima temporada e, caso o time participe, na pré-Copa do Nordeste de 2023. Um deles é o de Flávio Araújo, técnico que, em 2018, comandou a equipe trezeana rumo ao acesso à Série C. Marcelinho Paraíba, que chefiou a comissão técnica alvinegra na última edição do Campeonato Paraibano, também é outro nome cotado.

O Treze é, atualmente, o segundo clube da Paraíba com melhor colocação no ranking nacional de clubes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Por isso, apesar do insucesso na última edição do estadual, onde foi 5º colocado, o Galo da Borborema terá o direito de disputar a pré-Copa do Nordeste, que dará, caso siga os moldes de disputa da última temporada, vaga na fase de grupos da competição regional em 2023 aos quatro clubes que conseguirem o feito de chegar vivos à terceira e última fase da competição. De acordo com Bolinha, em fala ao programa Super Papo Trezeano, comandado por torcedores do Galo, uma série de questões estão sendo levadas em consideração para, no máximo, já no início do próximo mês, as primeiras movimentações em torno da montagem de um elenco e de uma comissão técnica sejam iniciadas. 

Marcelinho Paraíba é um dos nomes cotados para comandar o Treze na próxima temporada (Foto: Cassiano Cavalcanti / Treze)

“Diante de todo esse quadro de indefinição, vamos buscar traçar nossos próximos passos em torno de um plano A e de um plano B. O plano A é conosco disputando a pré-Copa do Nordeste e o B é fora dela. São duas realidades distintas. Primeiro temos que avaliar se o Treze disputará, de fato, a competição. Depois saber a quantidade de jogos que poderemos fazer até o objetivo. Então, com algumas definições já tomadas, até o fim deste mês, a, no máximo, início do próximo, devemos bater o martelo para saber quais serão os nossos rumos em relação ao segundo semestre”, afirmou.

Marcelinho Paraíba chegou ao Treze em meio às disputas do Paraibano e, mesmo com dificuldades, conseguiu fazer com que a equipe apresentasse uma certa evolução dentro das quatro linhas. Muito por isso o ídolo trezeano é um dos nomes mais cotados para seguir no comando da comissão técnica galista. Outro nome que surgiu como possibilidade de retornar ao PV foi o do técnico Flávio Araújo, que em 2018 conquistou o vice-campeonato brasileiro da Série D e, consequentemente, o acesso à Série C. De acordo com Bolinha, os nomes estão no “radar” do Galo, mas, dada a realidade atual do clube, enxerga com dificuldade o retorno do comandante num futuro próximo.

“Marcelinho fez um bom trabalho no Treze. Sou testemunha disso. Conseguiu, em pouco tempo e com um elenco extremamente limitado, mudar a postura do time no Paraibano. Por isso é uma opção. Já quanto a Flávio (Araújo), é um grande nome e um exímio treinador. Montou o time que subiu para a Série C em 2018 e, obviamente, é alguém que está em nosso radar. O que se precisa definir é o que está para vir para nós. Hoje não temos condições de contratar um treinador como Flávio uma vez que o time não tem nenhuma receita. Temos que trabalhar com os pés no chão e pensar em sustentabilidade. Isso faz a diferença”, pontuou.

Novos nomes na diretoria

Ainda em entrevista, Bolinha afirmou que novos nomes deverão ser integrados à diretoria executiva do Galo em, a priori, quatro departamentos: marketing, financeiro, futebol e amador. Três desses nomes, inclusive, já foram revelados pelo presidente do Alvinegro, 

“Nossa direção será reforçada com quatro nomes. No marketing teremos Celino Neto, que aceitou o meu convite e terá um papel importante em nosso projeto. Já no departamento de futebol vamos ter Igor Batista, um cara que entende muito, que tem um scout perfeito e que vamos montar um sistema de análise de desempenho muito interessante desenvolvido por ele e que nos ajudará bastante no futuro. Enquanto que no futebol amador poderemos ter Alex Marcolino, presidente do Clube Campestre, e que já faz um trabalho maravilhoso. Espero muito que ele aceite nosso convite”, disse.

Reunião Treze
Diretoria do Treze deve receber novos nomes em quatro departamentos (Foto: Cassiano Cavalcanti / Treze)

O único nome que não foi divulgado pelo mandatário galista foi o de seu substituto na diretoria financeira. No entanto, segundo Bolinha, o futuro diretor já acumula passagem no Estádio Presidente Vargas desempenhando a função e deve ser anunciado nos próximos dias. 

“Quando à Diretoria Financeira, da qual eu estava à frente, estamos buscando um outro nome para assumir a minha vaga. Estarei fazendo um convite amanhã a uma pessoa, um nome que ficou definido após a reunião que tivemos com a diretoria ainda mais cedo e torço para que essa pessoa possa assumir o cargo em breve. Essa pessoa, inclusive, já passou pelo Treze, fez um ótimo trabalho, com muita seriedade, e, caso tudo dê certo, o clube estará bem servido nesta função”,  finalizou.