Cônsul da Áustria discute novas tecnologias com empresários da Paraíba

Ingomar Lochschmidt disse que sua vinda a Paraíba teve por objetivo discutir com o setor empresarial as novas tecnologias desenvolvidas pelo seu país.

O cônsul comercial da Áustria, Ingomar Lochschmidt, fez ontem uma visita de cortesia à Rede Paraíba de Comunicação. Recebido pelo empresário Eduardo Carlos, ele disse que sua vinda a Paraíba teve por objetivo discutir, com o setor empresarial, as novas tecnologias desenvolvidas pelo seu país, sobretudo na área da indústria alimentícia. Segundo ele, foram os próprios empresários do setor que se mostraram interessados nesse intercâmbio com a Áustria. “Não fui eu que tentou viabilizar essa tecnologia, mas veio daqui, por iniciativa da Paraíba”.

Ele disse que um dos grandes produtos de exportação da Áustria é justamente a tecnologia, em várias áreas. O cônsul destacou que sai da Paraíba com uma boa impressão, mas não soube precisar quando as parcerias irão acontecer. “Para já eu não posso prometer nada, mas eu estou bem otimista que vai sair daqui a pouco um primeiro contato para a indústria alimentícia sobre uma tecnologia nova que foi desenvolvida na Áustria, que aqui não se conhece ainda e, que aliás, fui abordado pelos industriais aqui do estado”.

É a primeira visita do cônsul ao estado da Paraíba. Antes de vir a João Pessoa, ele esteve em Recife, Pernambuco, mantendo contatos com os empresários de lá. Segundo ele, as possibilidades de investimentos na Paraíba são muito boas. “Nós estivemos hoje falando na Fiep (Federação das Indústrias do Estado da Paraíba) sobre diversas tecnologias. Um dos grandes produtos de exportação da Áustria é justamente tecnologia, tecnologia de produção em várias áreas de infraestrutura, de diversas indústrias como de plástico, alimentício, de aço e muitas outras. Nós temos muitas possibilidades a serem exploradas aqui”.

O cônsul falou também das dificuldades de se manter uma relação comercial com o estado da Paraíba. “Essa questão da balança comercial e dos produtos a serem exportados e importados é um pouco complicada. Tanto no caso da Paraíba, que não tem um porto de grande porte, quanto na Áustria, que também não tem um porto marítimo hoje em dia”. Apesar disso, ele afirma que a Áustria é o país que tem recebido mais investimentos do Brasil nos últimos anos. “O nosso intercâmbio comercial entre Brasil e Áustria está perto de 2 bilhões de dólares ao ano, o que é bastante, tomando em conta a distância e o tamanho do nosso país”.

Veja também  Estado assume vacinação contra Covid-19 em Lucena a partir de segunda