Susto durante assalto faz deficiente físico largar muleta e sair correndo

Um policial  à paisana que passava pelo local reagiu e houve troca de tiros. Os disparos quase acertaram um deficiente físico que estava em um fiteiro.

"Eu larguei a muleta e tive que correr, mas cai. Um tiro acertou o portão da igreja aqui bem perto de onde eu estava", conta um deficiente físico que presenciou um assalto e uma troca de tiros na manhã desta quinta-feira (29), na Capital. O homem não quis se identificar, mas relatou que estava em um fiteiro na esquina da Rua Souza Rangel com a Avenida Dois de Fevereiro, no bairro do Rangel, onde o crime aconteceu.

De acordo com a Polícia Militar, o assalto aconteceu quando Gleidson Lopes de Oliveira, de 20 anos, que estava com a tia, parou a moto no semáforo e foram abordados por assaltantes. Um policial a paisana que passava no local reagiu. Houve troca de tiros e o motociclista foi atingido na mão. 
 
"Fomos solicitados por que houve um assalto aqui no cruzamento da Souza Rangel e quando chegamos aqui soubemos que houve uma troca de tiros. Mesmo assim, o meliante conseguiu fugir levando a motocicleta Bros Vermelha", relata o Tenente Raniery, da Polícia Militar.
 
A polícia não conseguiu localizar os suspeitos. Gleidson Lopes foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Trauma da Capital, onde passou por atendimento e o estado de saúde dele é considerado regular. A tia de Gleison e o deficiente que testemunharam o assalto não ficaram feridos. 
Veja também  Homem é preso na PB suspeito de armazenar e compartilhar pornografia infantil