Hemocentro da Paraíba convoca doadores com fator RH negativo para abastecer estoque

Estoque está zerado. Com pandemia, número de doações tem diminuído.

Human blood in storage
Foto: Divulgação

O estoque de bolsas de sangue que possuem fator RH negativo (O-, AB-, A- e B-) está zerado no Hemocentro da Paraíba. Por conta da pandemia do novo coronavírus, as doações têm caído consideravelmente.

De acordo com a diretora-geral do Hemocentro da Paraíba, Shirlene Gadelha, a média de doações diária caiu de 180 para 110 em João Pessoa. Em Campina Grande, são realizadas cerca de 50 doações de sangue em um dia. Já nas cidades do interior, a demanda está desabastecida.

Ela esclarece que todos os hospitais, públicos e privados, recebem as doações, e que o Hemocentro da Paraíba é o único órgão distribuidor de sangue. Por isso a importância de manter os estoques abastecidos.

– Estar em boas condições de saúde;

– Ter entre 16 e 69 anos. Pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue pelo menos uma vez antes dessa idade; quem tem menos de 18 deve estar acompanhado de um dos responsáveis legais (pai ou mãe);

– Pesar no mínimo 50kg;

– Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);

– Estar alimentado, por isso evite alimentos gordurosos e após o almoço aguarde 2 horas para doar;

– Apresentar documento original com foto, que permita o reconhecimento do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho).