Lacen orienta sobre recebimento de informações sobre resultados de testes para Covid-19

Apesar de realizar análise de amostras, laboratório reforça que não é posto de coleta para exames.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou nesta segunda-feira (22) algumas orientações sobre o trabalho do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PB). O órgão é responsável por analisar amostras de coletas para diagnóstico da Covid-19, mas não funciona como posto de coleta, ou seja, não é aberto ao público.

O diagnóstico considerado padrão para identificação da Covid-19 é o RT-PCR, metodologia indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Bergson Vasconcelos, diretor geral do Lacen-PB, explica que os municípios são responsáveis por realizar a coleta dos exames, em unidades de saúde. A requisição do exame deve ser cadastrada no Gerenciador de Ambiente Laboratorial, o GAL.

“Ao chegar no Lacen-PB, o setor de triagem verifica as condições da amostra e, em caso de conformidade, ela segue para as etapas de processamento no nosso setor de Biologia Molecular. Após a análise, os resultados são cadastrados no sistema do GAL e se os dados epidemiológicos estiverem notificados nos sistemas e-SUS ou SIVEP-Gripe, o resultado é liberado”, pontua.

Veja também  Renegociação de débitos com a Prefeitura de João Pessoa pode ser feita até sexta-feira (8)

O paciente deve entrar em contato com a unidade de saúde onde realizou a coleta, e não com o Lacen, para saber os resultados do exame. Apesar do aumento de volume na realização dos exames, o Lacen mantém o tempo mínimo de resposta em 48h após o recebimento da amostra da unidade.

O Lacen realiza análise de amostras dos 223 municípios paraibanos. Até o momento, 134.004 exames para o diagnóstico da Covid-19 foram realizados. Os demais foram feitos em laboratórios privados.