Ala exclusiva para atendimento a grávidas com Covid-19 é aberta no Isea

São dois leitos de UTI, uma sala de parto e nove leitos de enfermaria.

Divulgação/Codecom PMCG
Divulgação/Codecom PMCG

A prefeitura de Campina Grande abriu nesta segunda-feira (28) novos leitos para atendimento exclusivo a pacientes gestantes com Covid-19, na maternidade do Isea. São dois leitos de UTI, uma sala de parto e nove leitos de enfermaria, instalados em um anexo revitalizado na própria maternidade.

De acordo com a prefeitura, o local dispõe de oxigênio, respiradores e monitores. Com a abertura do novo espaço será possível reativar leitos de parto normal que haviam sido destinados ao atendimento de mulheres com Covid-19. Agora, são 20 leitos disponíveis ao tratamento de grávidas e puérperas no geral.

Veja também  Veja onde se vacinar contra a Covid-19 em Campina Grande nesta segunda-feira (15)

“Durante mais de um ano atendemos essas mulheres com nossa equipe dentro da maternidade de forma isolada. Agora devolvemos mais de 20 leitos para a estrutura do hospital e criamos um espaço para atender com mais qualidade e conforto essas mulheres”, disse o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima.

A abertura da ala custou cerca de R$ 300 mil, de recursos da própria prefeitura, segundo o órgão. O Isea é referência no atendimento de grávidas e puérperas de mais de 170 municípios paraibanos.