‘Briga’ entre Galdino e Cabo Gilberto vai parar na Justiça e no Conselho de Ética da Assembleia

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA

Foto: divulgação/ALPB

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), anunciou hoje (3) que vai acionar a Justiça e o Conselho de Ética e decoro parlamentar da Casa contra o deputado Cabo Gilberto. O clima de animosidade, que já era constante durante as sessões ordinárias, piorou após uma entrevista concedida pelo oposicionista a uma emissora de rádio no Agreste paraibano no fim de semana.

Cabo Gilberto não poupou críticas à condução de Galdino aos trabalhos na Assembleia Legislativa. A alegação é que o deputado, que é aliado do governador João Azevêdo (Cidadania) interrompe os microfones quando a oposição tenta participar do debate. Na rádio, ele classificou Galdino de “ditador, covarde, mentiroso e autoritário”.

Veja também  Sangramento de açudes após chuvas, Crítica de secretário ao Fest Verão e Alerta de Chuvas são destaques da semana

Na sessão de hoje, Galdino manifestou sua irritação com as declarações e disse que não poderia mais ficar quieto diante dos ataques. “O regimento interno é muito claro em relação à conduta do deputado e essa semana vou encaminhar o pedido ao deputado Manoel Ludgério, que é presidente do Conselho de Ética para que possamos dar a resposta que o deputado merece”, informou.

O deputado Cabo Gilberto pediu a palavra e respondeu ao oponente. “Não tenho nada pessoal contra o senhor, mas por diversas vezes o senhor me ofendeu chamando de analfabeto funcional, me chamou de imbecil, não respeitou meu direito de fala como deputado”, comentou.

 

>> Confira a Nota Oficial do Cabo Gilberto sobre o caso