‘A.dot’: aplicativo ajuda famílias a encontrar crianças e adolescentes que estão em processo de adoção

As pessoas podem fazer busca ativa por estado, a fim de descobrir quais são as crianças disponíveis para adoção.

Um aplicativo criado para ajudar famílias que estão passando por processo de adoção começou a funcionar em Campina Grande. A iniciativa foi desenvolvida pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) e trazida ao estado através de um convênio com o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). O objetivo do aplicativo é facilitar o processo de adoção de crianças e adolescentes.

Segundo o TJPB, o aplicativo, que se chama “A.dot”, é uma nova ferramenta para inclusão de crianças e adolescentes no seio da família adotiva, levando em consideração que muitas vezes as crianças e adolescentes que estão disponíveis para adoção são desconhecidas daqueles que desejam adotar.

“O aplicativo é importante porque ele potencializa o direito fundamental dessas crianças e adolescentes que visão conseguir uma família”, explicou o juiz.

Como fazer para ter acesso ao aplicativo?

Baixar o aplicativo que se chama “A.dot”, fazer um cadastro e esperar confirmação. Após a confirmação, o interessado pode escolher o gênero, faixa etária e estado da criança; ou adolescente, que pretende adotar.

Segundo Hugo, atualmente, existem 11 crianças disponíveis para adoção, em Campina Grande, e mais de 3 mil, em todo o Brasil.