Mais de 10 postos de combustíveis são autuados pelo Procon-JP por alta nos preços do GNV

Multas aplicadas aos estabelecimentos em 2021 chegam a R$ 553.769,75.

Mais de 10 postos de combustíveis são autuados pelo Procon-JP por alta nos preços do GNV / Foto: Ascom Procon

O Procon de João de Pessoa autuou 12 postos revendedores de Gás Natural Veicular (GNV), na quarta-feira (20), pela alta nos preços do produto sem justificativa. De acordo com o órgão, não houve anúncio de aumento, segundo informou a PB Gás. As fiscalizações aconteceram após denúncias dos consumidores.

“Os revendedores do produto têm que justificar esse aumento nos preços, alguns praticando alta em torno de 30 centavos, sem que tenha havido aumento por parte do distribuidor. Todos os postos autuados terão prazo para defesa, mas estão passíveis de multas, explicou Rougger Guerra, secretário do Procon-JP.

Veja também  Vale-gás e Auxílio Brasil começam a ser pagos; confira calendário

Conforme o Procon, o GNV apresentou a variação de 20,5%, sendo a maior entre todos os combustíveis.

“A oscilação está entre R$ 4,149 e R$ 4,999, onde também foram registradas altas. Os revendedores do produto terão que explicar o motivo desses aumentos”, destacou Rougger.

O número de autuações aos postos de combustíveis da capital paraibana em 2021 chegou a 71 e as multas aplicadas a esses estabelecimentos alcançam o valor de R$ 553.769,75.