Centro de diagnóstico do câncer registra fila de mulheres em busca de mamografias, em João Pessoa

Espaço é mantido pelo Governo do Estado e está realizando cerca de 100 mamografias por dia para dar conta da demanda que ficou reprimida.

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

O Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC) está oferecendo mamografias e consultas gratuitas, em João Pessoa, desde o início do mês de outubro. Nesta quarta-feira (27), o local registrou grandes filas e alta procura pelo benefício.

O espaço é mantido pelo Governo do Estado e está realizando cerca de 100 mamografias por dia para dar conta da demanda que ficou reprimida.

Além do cenário da pandemia da Covid-19, o que tem dificultado o rastreamento mamográfico para o câncer de mama na Paraíba tem sido a falta de estrutura e de assistência à saúde da mulher, principalmente nas cidades do interior da Paraíba, conforme um levantamento do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

De acordo com a promotora Fabiana Lobo, o Ministério Público tem acompanhado de perto a dificuldade das mulheres paraibanas para conseguir ter o direito garantido em lei, que é o de fazer o rastreamento mamográfico anual a partir dos 40 anos.

As mamografias no Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC) são oferecidas às mulheres a partir de 40 anos, das 7h às 19h com atendimento também às mulheres indígenas para a realização do mesmo exame, em parceria com o Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI).

O CEDC ainda disponibilizará consultas com mastologista, pela manhã e à tarde, e também serão feitas biópsias dos nódulos mamários suspeitos para câncer, diagnosticados em mamografia e ultrassonografia. Neste caso, basta apresentar o exame e documentos pessoais. Este serviço também será por meio de demanda espontânea. Ainda terá a extensão das ações de rastreamento, realizadas no Outubro Rosa, também para o mês de novembro.