Casos suspeitos de arboviroses aumentam na Paraíba, diz SES-PB

Em relação a dengue, os casos da doença aumentaram 116% em outubro de 2021 em comparação ao mesmo período de 2020.

Os casos prováveis de dengue aumentaram 116% em outubro de 2021, em comparação com o mesmo período em 2020, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PB). O número foi divulgado através do Boletim de Arboviroses, que também mostrou aumento de suspeitas de zika e chikungunya.

De acordo com a SES-PB, até esta quarta-feira (3) de 2021 foram registrados 13.194, comparado com o último boletim divulgado em outubro, houve um aumento de 1.500 casos. Já os casos prováveis de chikungunya tiveram um aumento de 850 casos, totalizando 8.797. O total de casos de zika em 2021 foi de 1.349, com o acréscimo de mais de 100 casos neste boletim.

Veja também  Asteroide de quase 2 km vai passar próximo da Terra; entenda o fenômeno

Sobre mortes por arboviroses, houve 12 registros de óbitos suspeitos, distribuídos nos municípios de Alcantil (01), Bayeux (01), Cabedelo (01), Conde (01), João Pessoa (06), Sapé (01), e Patos (01). Destes, cinco foram descartados, três confirmados e quatro continuam em investigação.

A SES-PB alertou também, através do boletim, a incidência de casos de zika em gestantes: foram registrados 24 casos em 2021, de acordo com o documento divulgado nesta quarta-feira (3).

Além disto, o órgão reforçou que casos suspeitos de dengue podem estar camuflados devido semelhança de sintomas da Covid-19 e, por isso, a população deve continuar procurando os serviços de saúde ao apresentar qualquer sinal ou sintoma suspeito de arbovirose.