Paraibana é vítima de feminicídio no Rio de Janeiro; um dos filhos dela também morreu

Filhos da vítima também foram atingidos por tiros. Um deles, de 27 anos, não resistiu aos ferimentos.

Paraibana é vítima de feminicídio no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma paraibana da cidade de Santa Luzia, identificada como Geilza Alves da Silva, de 51 anos, foi morta a tiros no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (2). Um dos filhos da vítima, Alan Alves de Azevedo, de 27 anos, também morreu, e outro filho, Marcos Vinícius da Silva Martins, de 23 anos, ficou ferido.

O suspeito, que teria um relacionamento com Geilza, invadiu a residência onde ela morava com os dois filhos, em Barros Filho, na Zona Norte do Rio de Janeiro.
Conforme informações da Polícia Militar do Rio de Janeiro, ao g1, o homem chegou atirando e, após o crime, cometeu suicídio.

Veja também  Cerca de 35 mil passageiros devem embarcar neste São João na Rodoviária de João Pessoa

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro informou que foi acionado por volta das 14h, porque no local também havia um princípio de incêndio. Eles encontraram a casa pegando fogo e se depararam com Geilza morta com um tiro no crânio. O suposto atirador, que ainda não teve o nome identificado, também estava morto com um tiro no pescoço.

Quando o Corpo de Bombeiros chegou na residência, os filhos da vítima já teriam sido socorridos. Um deles, Alan Alves de Azevedo, de 27 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu.