Famílias da Dubai relatam falta de assistência em abrigos, em João Pessoa

Moradores da comunidade foram retirados na terça-feira (23) do local.

Famílias retiradas da comunidade Dubai vão receber auxílio moradia.

As mais de 250 famílias desabrigadas em uma operação na comunidade Dubai I, em João Pessoa, foram divididas em escolas no Valentina e em Mangabeira e relatam falta de assistência pública. Além das famílias no CPDAC, outras foram dividas entre as escolas estaduais João Gadelha e Índio Piragibe.

De acordo com os moradores desabrigados, não foram oferecidos testagem de Covid-19 e alimentação, até a última atualização desta matéria. A Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa informou à TV Cabo Branco que irá fornecer testagem nos locais de abrigo para essas pessoas.

Além disso, os abrigados no Centro Profissionalizante Deputado Antônio Cabral (CPDAC) informaram que dois moradores da Dubai, desabrigados nesta terça-feira (23), estavam com Covid-19. Eles foram abrigados em um local separado das pessoas da escola, decidido pelos próprios moradores. Mesmo assim, os abrigos temporários estão com as famílias amontoadas, pois não há espaço suficiente.

Jornal da Paraíba entrou em contato com a assessoria Secretaria de Habitação da prefeitura de João Pessoa, que informou que uma nova reunião será feita para decidir realocações dos desabrigados ainda nesta quarta-feira (24). À TV Cabo Branco, Benicleide Silvestre, diretora de Assistência Social da Secretaria de Direitos Humanos da capital paraibana, declarou que foram feitos testes na terça-feira (24) e mais testes serão feitos nesta quarta-feira (24).