Pelo menos nove moradores retirados da Dubai testam positivo para Covid-19

Pacientes foram encaminhadas para atendimento médico na UPA Valentina para serem regulados para os hospitais, segundo prefeitura.

Moradores da Dubai em abrigos da prefeitura, em João Pessoa. (Foto: Ana Beatriz Rocha/Jornal da PB)

Nove pessoas testaram positivo para Covid-19, após processo de testagem feito nos locais onde estão abrigados moradores retirados da comunidade Dubai, desocupada em uma operação. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde de João Pessoa, nesta terça-feira (7), que informou ainda que todos casos são leves e foram isolados, conforme o protocolo.

Os pacientes foram encaminhadas para atendimento médico na UPA do Valentina para serem regulados para os hospitais, segundo a secretaria.

Um liderança da comunidade, que preferiu não ser identificada, informou ao portal g1 que no Centro Profissionalizante Deputado Antônio Cabral (CPDAC), para onde grande parte dos moradores retirados da comunidade foram levados, houve a confirmação de oito casos da doença, mas nenhum é grave.

Os casos foram confirmados na tarde da segunda-feira (6), e testes estão sendo feitos nos moradores todos os dias por uma equipe da saúde da prefeitura, segundo a pessoa da comunidade.

Veja também  Inmet emite alerta laranja de perigo de chuvas intensas para Grande João Pessoa

Os pacientes foram levados para a UPA do Valentina e um idoso de 64 anos que não tomou nem uma dose da vacina chegou a ser internado. Uma família de seis imigrantes venezuelanos está na UPA, mas apenas três deles testaram positivo e as outras são três crianças, que não tinham com quem ficar.

Além disso, uma gestante com 15 semanas está com sintomas gripais e foi levada para a Maternidade Frei Damião.

As pessoas que foram desabrigadas na operação estão divididas entre o ginásio do Centro Profissionalizante Deputado Antônio Cabral (CPDAC), no Valentina, entre a escola João Gadelha e o ginásio Hermes Taurino, ambos em Mangabeira.