Cinco homicídios são registrados na região de Campina Grande

Todos os crimes ainda estão sob investigação. Dos cinco homicídios quatro foram na cidade de Campina Grande.

Da Redação

Cinco homicídios foram registrados neste fim de semana pela Polícia Militar em Campina Grande. Quatro foram na cidade de Campina Grande e um em São José da Mata, distrito de Campina.

O primeiro aconteceu no bairro do Dinamérica, em Campina Grande, na noite de sábado, (18), por volta das 22h45.  José Silva Arruda, de 37 anos, estava em seu veículo  junto com o filho de 16 anos e foi vítima de uma perseguição. De acordo com informações de moradores, o carro foi seguido por dois homens em uma moto, quando um deles efetuou vários disparos contra a vítima, que foi atingida com dois tiros, um no ombro esquerdo e outro no tórax esquerdo.

José Silva perdeu o controle do veículo e bateu em um poste. Seu filho foi atingido por um tiro na mão direita e foi levado para o Hospital Regional. Os homens fugiram. A Polícia Militar esteve no local junto com a Unidade de Medicina Legal, (UML), que isolaram o local. Familiares não souberam informar nada sobre o crime. O caso ainda está sob investigação.

Ainda foram registrados outros três assassinatos no domingo. No bairro de Bodocongó III, por volta das 18h30, o operador de máquinas Wellington Andrade, de 31 anos, bebia com seu amigo Walcemberg Souza Costa, de 24, em um estabelecimento quando foi surpreendido pelo acusado, mais conhecido como “Cicinho”. Os homens começaram a discutir e “Cicinho” atingiu as vítimas com um total de 11 facadas, logo após isso fugiu. Wellington morreu no local e Walcemberg foi levado para o Hospital Regional, mas passa bem. O acusado está sendo procurado.

No bairro do José Pinheiro, por volta das 22h15, Gilvanzildo Santos Alves, de 32 anos, foi atingido por facadas na cabeça e no peito esquerdo, mas quando a PM chegou ao local, ele já estava morto. De acordo com informações de moradores, a suspeita é que o crime tenha sido cometido pela sua companheira Fabiana Leandra da Silva, de 25 anos. Ela foi detida e levada para Central de Polícia. A suspeita será ouvida ainda nesta segunda-feira. Ela já adiantou que o seu marido teria tentado se matar com a faca e ela estava impedindo. O caso ainda está sob investigação.

O último homicídio foi registrado na cidade de São José da Mata, na madrugada desta segunda-feira, (20). O comerciante Aurimedes José da Silva, de 39 anos, foi atingido por um tiro de espingarda na cabeça e morreu na hora. A acusada do crime é também sua companheira Roberta dos Santos, de 19 anos, que foi detida em flagrante e levada para Central de Polícia. Roberta admitiu o assassinato, dizendo que estava drogada e após discussão com o marido efetuou o disparo. Ela vai responder pelo homicídio e ainda falou que não se arrepende de ter matado o marido.

No Cariri

Por volta das 19h, um agricultor foi assassinado no Sítio Boa Vista, na zona rural de Serra Branca. De acordo com informações da Polícia Militar da cidade, Aluízio Alves de Oliveira, de 58 anos, foi morto com várias facadas. O acusado do crime é o seu sobrinho Luiz Alves de Oliveira, de 32 anos, que fugiu do local. PM está à procura do acusado.