Aprendizado na PB preocupa

Segundo os resultados do Saeb, é nas séries iniciais (até o 5º ano) que o nível de aprendizagem apresenta os valores mais preocupantes na Paraíba.

Os índices da Prova Brasil e do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2011, divulgados esta semana pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mostram que o ensino público na Paraíba ainda tem muito o que avançar.

As avaliações, com questões de Língua Portuguesa e Matemática, foram aplicadas aos alunos do 5º e 9º ano do Ensino Fundamental – além daqueles do 3º Médio – e fazem um diagnóstico da educação brasileira. Segundo os resultados, na Paraíba, é nas séries iniciais (até o 5º ano) que o nível de aprendizagem dos alunos apresenta os valores mais preocupantes.

Em Português, os estudantes obtiveram um conhecimento avaliado no nível dois (em uma escala que vai de zero até nove), enquanto em Matemática o valor ficou em três (em uma escala de zero a 12).

As médias colocaram a Paraíba em nível semelhante ao registrado no Nordeste e em terceiro lugar em comparação com os outros Estados da região.

No entanto, para o professor e coordenador do curso de Psicopedagogia da Universidade Federal da Paraíba, Éder Dantas, os resultados mostram que há uma evolução lenta dos alunos para o desempenho referente tanto à leitura escrita quanto ao uso da matemática. “No 5º ano, os alunos já deveriam ter uma compreensão de texto mais completa, o que não é verificado naqueles classificados no nível dois”, exemplificou o professor.

Em se tratando dos testes aplicados aos alunos do 9º ano – a série final do Ensino Fundamental e que ‘reflete’ todo o conhecimento armazenado nos anos iniciais de vida escolar -, a Paraíba também não apresentou notas altas. Em Língua Portuguesa, a média dos estudantes ficou no nível quatro e com a sexta colocação do Nordeste. Em Matemática, o percentual chegou ao cinco, que não foi suficiente para elevar a colocação do Estado (também em sexto da região).

Já na escala de desempenho do 3º ano do Ensino Médio, os estudantes atingiram o nível oito, tanto na prova de Língua Portuguesa quanto na de Matemática – número semelhante ao obtido pela região e em todo o Brasil.

Ainda conforme o professor Éder Dantas, de maneira geral o que se pode inferir dos dados obtidos pela Paraíba “é que tem havido melhora, mas é preciso concentrar energias sobretudo nas séries iniciais, no chamado ciclo de alfabetização, para potencializar o desempenho dos alunos nas séries posteriores.

Além disso, é importante dar atenção especial às escolas da periferia e da zona rural, nas quais os problemas sociais que envolvem os alunos dificultam o aprendizado”.

Diagnóstico
O Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb)/Prova Brasil, aplicado e divulgado a cada dois anos, realiza um diagnóstico do sistema educacional brasileiro a partir de testes padronizados e questionários socioeconômicos.