Bancários paralisam atividades em 3 agências

Ato integra o Dia Nacional de Mobilização da CUT que tem na pauta questões trabalhistas e falta de segurança nas agências.

Os bancários de João Pessoa participam hoje de mobilização nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e prometem fechar três agências da capital. Segundo o Sindicato dos Bancários da Paraíba (Seeb-PB), as agências do Bradesco, em Cruz das Armas, e do HBSC, na Epitácio Pessoa, ficarão fechadas durante todo o dia, enquanto a unidade do banco Itaú na avenida Duque de Caxias, no Centro, só vai ser aberta ao público a partir do meio-dia.

O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques, ressaltou que o ato integra o Dia Nacional de Mobilização da CUT que tem na pauta questões trabalhistas e a falta de segurança de funcionários e clientes nas agências bancárias.

Dados do Sindicato dos Bancários apontam que este ano aconteceram 41 ataques a agências bancárias na Paraíba. Dentre as ocorrências estão casos de explosões (15), arrombamentos (9), assaltos (8), tentativas de arrombamento/explosão (7), além de dois casos de saidinha de banco.

MOBILIZAÇÃO
Hoje, a CUT realiza mobilização nacional dos trabalhadores para cobrar do governo federal e do Congresso Nacional o atendimento de reivindicações apresentadas pela classe trabalhadora, no dia 6 de março, durante uma marcha das centrais sindicais em Brasília. Em João Pessoa, a CUT realiza panfletagem na Lagoa, a partir das 9h.

Na pauta estão 10 reivindicações trabalhistas entregues à presidente Dilma Rousseff e ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros. Entre elas estão a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem redução de salário; fim do fator previdenciário; 10% do PIB da União para a saúde; ratificação da Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (proíbe demissões imotivadas); valorização das aposentadorias e paridade salarial para homens e mulheres, com igual trabalho.