Suspeito de homicídio é preso com arma e fardas militares

Homem de 22 anos é suspeito de ter assassinado mototaxista.

Um suspeito de tráfico e de homicídio foi preso, nesta terça-feira (4), no distrito de Cajá, em Caldas Brandão, no Agreste paraibano. Segundo a Polícia Militar, o suspeito é suspeito de ter cometido um homicídio no município de Alagoinha, em janeiro deste ano. Junto com ele foram presas outras duas pessoas e os policiais apreenderam uma arma de fogo, espingarda adaptada para calibre 38, e um capuz, além de fardas da Polícia Militar da Paraíba (PMPB) e do Exército.

De acordo com a PMPB, o primeiro a ser preso foi o suspeito do homicídio, que apontou a residência onde estaria a arma usada por ele para matar a vítima. Na residência, os policiais apreenderam ainda as fardas militares e prenderam as duas outras pessoas. Os três presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram apresentados ao delegado do plantão.

O crime do qual o homem de 22 anos é suspeito ocorreu no dia 11 de janeiro, em Alagoinha, e teve como vítima o mototaxista Jozimal Sabino de Souza, de 50 anos de idade. O mandado de prisão foi expedido pela Comarca de Alagoinha.

A ação policial foi feita pelo Núcleo de Inteligência e a guarnição do Comando do 4º Batalhão da Polícia Militar, além de policiais civis do Grupo Tático Especial da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil, tendo à frente o delegado Ricardo Sena.