MST interdita rodovias federais na PB em atos a favor de Lula

Condenado por corrupção e lavagem, ex-presidente será julgado em segunda instância nesta quarta.

Manifestantes interditaram três pontos da BR 101 e BR 230. (Crédito: Gleyson Melo / MST)
Manifestantes interditaram três pontos da BR 101 e BR 230. (Crédito: Gleyson Melo / MST)

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) interditaram trechos das BRs 101, 230 e 361 na Paraíba no início da manhã desta terça-feira (23). De acordo com Eva Wilma, representante da coordenadoria do movimento, a manifestação é em defesa da candidatura do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, que será julgado em segunda instância nesta quarta-feira (24) pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região  (TRF4).

“A gente tá defendendo a democracia, entendendo que eleição sem Lula é fraude”, afirmou Eva Wilma. Segundo ela, a previsão é que os atos durem até o final da manhã desta terça-feira (23). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as interdições são no km 110 na BR-101; no km 53 da BR-230, entre a cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa e o posto da PRF em Café do Vento, distrito da cidade de Sobrado; no km 347 também da BR-230, saída de Patos para Pombal; e na BR-361, entre Olho d’Água e Piancó.

Também de acordo com a PRF na Paraíba, até as 7h20 (horário local), os dois trechos das rodovias federais estavam interditados no estado. Outro ponto da BR-101, no km 9, já em Pernambuco, também foi fechado pelos manifestantes. A PRF não informou a motivação do protesto.

Lula foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Mas a defesa recorreu da decisão e a manifestação será julgada nesta quarta-feira (24) pelos desembargadores federais João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Luiz dos Santos Laus.