Barragem da Vale se rompe na cidade de Brumadinho em Minas Gerais

Corpo de Bombeiros informou que há quatro pessoas feridas e 200 desaparecidos.

Lama invadiu a cidade (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Uma barragem rompeu-se na cidade de Brumadinho, próximo a Belo Horizonte, em Minas Gerais, no começo da tarde desta sexta-feira (25). O corpo de Bombeiros informou que há quatro pessoas feridas e 200 estão desaparecidos. Segundo a Vale do Rio Doce, empresa responsável pela barragem, o incidente aconteceu na Mina Feijão e atingiu a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. O Governo Federal montou um gabinete de crise e três ministros estão indo até o local, além da possibilidade do próprio presidente Jair Bolsonaro também ir.

Segundo a empresa, a prioridade é “preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade”. A nota não explica a causa do rompimento. Imagens aéreas mostram que um mar de lama destruiu casas da região. Segundo o portal G1, duas vítimas chegaram, por volta das 15h (horário de Brasília), de helicóptero, ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte.

Seis aeronaves estão sendo usadas para resgatar pessoas que estão ilhadas em alguns pontos do alagamento e os feridos estão recebendo primeiros socorros em uma estrutura montada em um campo de futebol antes de serem encaminhadas para o hospital.

A onda de lama está sendo monitorada pela Agência Nacional de Águas (ANA), que está de olho na situação do abastecimento de água da região, que capta água do Rio Paraopeba. Além disso, a uma usina hidrelétrica fica a 220 km do local do rompimento, que deve ser atingida em dois dias, mas pode ajudar a amortecer a onda.