CRM alerta para aumento de casos de Covid-19 e risco de ‘segunda onda’ da doença na PB

Órgão demonstrou preocupação devido às aglomerações em virtude das campanhas políticas.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM-PB) emitiu nesta quinta-feira (12) uma nota alertando para o aumento de casos de Covid-19. No alerta, a entidade menciona, inclusive, a preocupação com a possibilidade de uma possível segunda onda da doença no estado.

Para o CRM, o risco de uma “segunda onda” não pode ser descartado, principalmente devido às aglomerações que estão ocorrendo em virtude das Eleições 2020.

“A exemplo do que ocorreu na Europa e nos Estados Unidos da América (EUA), o risco de uma “segunda onda” não pode ser descartado, notadamente porque, no período eleitoral, as aglomerações vêm facilitando a disseminação viral.”, diz a nota.

Segundo o presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM) na Paraíba, Roberto Magliano, nos últimos 20 dias houve um aumento significativo na quantidade de internações em hospitais privados de João Pessoa, muito por conta da agenda política dos candidatos da capital, que tem provocado aglomeração de pessoas.

“Constatamos um aumento crescente no número de casos de internação, e essa preocupação aumenta. Percebemos que nos Estados Unidos e na Europa está tendo a segunda onda. Aqui no Brasil estamos percebendo que alguns estados, como o Rio Grande do Norte e o Pernambuco ligaram o alerta máximo de preocupação com relação ao aumento de casos.”, comentou Roberto Magliano.

Ainda segundo Roberto Magliano, o CRM deve se reunir com o Ministério Público da Paraíba (MPPB) para apresentar dados de internação, e demonstrar preocupação com o aumento de casos, conforme dados coletados em fiscalização nos principais hospitais da capital paraibana.

“Vamos nos reunir com o MP em breve. Estamos preocupados com o número de casos que vem aumentando de maneira preocupante, em particular no momento em que vamos ter eleições. É uma contradição grande proibir crianças nas escolas mas permitir as aglomerações por conta da promoção de candidatos, como vem acontecendo. Então, o Conselho vem a público manifestar preocupação e pedir que as pessoas tenham cuidado”, explicou.

Até  a tarde desta quinta, a Paraíba tem 136.637 casos de Covid-19 e 3.178 mortes confirmadas pela doença, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES).