Após encontro com João Azevêdo, Lula deixa a ‘porta aberta’ até para Romero

Foto: Maurílio Júnior

Em pré-campanha à Presidência, o ex-presidente Lula (PT) definiu como será a sua atuação na Paraíba: vai tentar conversar com todas as lideranças políticas do Estado, até mesmo com aquelas que, em tese, estão de um lado oposto – como o PSD, do ex-prefeito de Campina Grande e pré-candidato ao Governo, Romero Rodrigues (PSD).
O ex-presidente conversou com o governador João Azevêdo (Cidadania) e disse que irá visitar Azevêdo em breve, na Paraíba. O encontro entre os dois aconteceu ontem durante o fórum de governadores do Nordeste, em Natal.
Em entrevista à imprensa o ex-presidente lembrou que já manteve boas relações com os ex-senadores José Maranhão (MDB) e Cássio Cunha Lima (PSDB).

“Gosto de conviver  com a diversidade das pessoas. O Brasil tem que se acostumar com políticos que fazem política com P maiúsculo”, assinalou.

No caso de João, o governador tem assegurado apoio à candidatura de Lula e o gesto, por parte do ex-presidente, já era esperado.
Já com relação a Romero a possibilidade de avanço, numa eventual conversa, é remota – diante da proximidade do ex-prefeito com o presidente Jair Bolsonaro.
Mas Lula tem, contudo, uma aposta: a aproximação, cada vez maior, do PSD e do ex-ministro Gilberto Kassab com o seu projeto rumo à Presidência.
Habilidoso e experiente, o petista decidiu deixar a ‘porta aberta’ para o PSD no Estado, demonstrando que o ‘Lula paz e amor’ não quer guerra com ninguém em terras paraibanas…

Veja também  Na Paraíba: Focco promove evento no Dia Internacional de Combate à Corrupção