TJ condena 45 ex-gestores por improbidade

Número é resultado do julgamento de 53 processos referentes ao 7º Lote da Meta 4 do CNJ.

Quarenta e cinco ex-gestores públicos paraibanos foram condenados pelo Tribunal de Justiça da Paraíba por improbidade administrativa e crimes de administração pública. O balanço é resultado do julgamento de 53 processos referentes ao 7º Lote da Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgado na manhã desta sexta-feira (15), em Campina Grande.

Com a divulgação das sentenças desse 7º Lote de ações de improbidade administrativa e crimes contra a administração pública, chega a 456 o número de processos julgados relativos a essa Meta, no ano de 2014.

Dentre os condenados estão ex-prefeitos, ex-vereadores e ex-secretários municipais. As penas aplicadas são de suspensão de direitos políticos, multa civil e proibição de contratar com o Poder Publico, além de ressarcimento dos valores desviados da Administração Pública.

Veja também  ‘Nenhum ladrão, nenhum corrupto’, disse ex-ministro da educação ao falar sobre o MEC em evento da UFPB; veja vídeo

O grupo especial que analisa os processos da Meta 4 é formado pelos juízes João Batista de Vasconcelos, Jailson Shizue Suassuna, Fábio José de Oliveira Araújo, Diego Fernandes Guimarães, Algacyr Rodrigues Negromonte, Manuel Maria Antunes de Melo, Keops de Vasconcelos Amaral Vieira Pires e Hugo Gomes Zaher. O juiz Aluizio Bezerra é o coordenador e o desembargador Leandro dos Santos, o gestor.