João anuncia pacote de investimentos de R$ 1,8 bilhão e concurso para quatro áreas em 2020

Governador fez um balanço do primeiro ano da gestão e projetou ações para os próximos meses.

Anúncio do governador foi feito em solenidade no Teatro Paulo Pontes (Foto: Divulgação/Secom-PB)

O governador da Paraíba, João Azevêdo (sem partido) promoveu um evento no Teatro Paulo Pontes, em João Pessoa, nesta segunda-feira (6), para prestar contas de seu primeiro ano de governo e, sobretudo, anunciar investimentos para 2020. Segundo o gestor, o volume chega a R$ 1,8 bilhão, em diversas áreas. Entre as ações estão concursos para o magistério, Porto de Cabedelo, Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa).

O governador não deu prazos para o lançamento dos editais dos concursos. Confirmou apenas que nos próximos dias dará posse aos mil professores aprovados no certame de 2019 e também aos 400 agentes socioeducativos que passaram em concurso para a Fundac.

Do pacote de investimentos, o mais próximo será lançado na próxima segunda-feira (13), quando será lançada o programa “Incentivo Esporte”. O novo programa será criado com a extinção dos  programas Bolsa Atleta e Gol de Placa e Bolsa Atleta, este último alvo de investigação do Ministério Público da Paraíba. O objetivo, conforme pontuou João, é apoiar não apenas o futebol profissional como também outras modalidades esportivas. O investimento vai ser de R$ 7 milhões.

“Nós temos a consciência de que os investimentos irão permitir que o estado inicie 2020 com R$ 1,8 bilhão em ações e obras e isso é fruto do que foi feito em 2019, o que representa um esforço gigantesco para termos uma Paraíba mais justa e mais inclusiva e que respeita os recursos públicos”, comentou o governador.

Habitação

Na área da habitação, além da ampliação do programa Habitacional Cidade Madura para mais duas cidades. Além de Monteiro, no Sertão da Paraíba, o qual já está com processo licitatório em andamento, o governo pretende construir mais um equipamento em Bayeux, na região Metropolitana de João Pessoa, mais à frente.

João disse que o governo da Paraíba também pretende criar um novo programa de habitação popular, nos moldes do ‘Minha Casa, Minha Vida’, mas com recursos próprios do estado, em parceria com os municípios e participação dos futuros proprietários dos imóveis. O novo programa habitacional do estado será lançado no dia 22 de janeiro.

Ainda na área da habitação, a previsão de implantação do projeto Agrovila Águas de Acauã, que visa assentar 100 famílias da comunidade Costa, localizada no município de Natuba.

Veja também  Politizades: Você sabe o que são os três poderes e as razões da separação? 

Educação

Na área da Educação, João Azevêdo disse que o compromisso para 2020 é implantar mais 76 escolas integrais. “Vamos chegar a 151 cidades e 229 escolas, 73 mil vagas, 44 cursos técnicos e 4 mil educadores”, afirmou.

Caso a meta seja alcançada, reforçou João, a Paraíba será o estado brasileiro com a maior oferta de educação integral no Brasil. “A Paraíba será o estado do Brasil com a maior oferta de educação integral, com 53%. Esse é um marco muito importante. Essa nova relação com a educação tem trazido resultados importantes”, pontuou.

Saúde

Na saúde, estão previstos a implantação do novo modelo de gestão hospitalar na Paraíba através da criação da Fundação de Saúde (PB Saúde), convênios com o Hospital Padre Zé, Napoleão Laureano e Fap, ampliação da Rede Cuidar direcionada à saúde da mulher, conclusão do programa Opera Paraíba e a implantação da Escola de Saúde Pública, totalizando investimentos de R$ 147,7 milhões.

João Azevêdo ainda assegurou a compra de novos equipamentos para rede hospitalar e a reforma do Hemocentro, com a implantação de uma oficina ortopédica.

Outros setores

O governo também pretende aplicados R$ 20 milhões na gestão de trânsito, por meio de implantação de novas Ciretrans nos municípios de Sousa, Catolé do Rocha, Santa Rita/Bayeux, Cabedelo e Monteiro, acesso a Ciretran de Cajazeiras e reformas das Ciretrans de Araruna, Campina Grande, Conceição, Guarabira, Itaporanga e João Pessoa (sede e Valentina).

Estão previstos ainda nvestimentos de R$ 42,8 milhões na administração penitenciária, com a construção de mais um pavilhão e do Centro de Saúde no presídio Sílvio Porto, reforma do presídio Flósculo da Nóbrega, em João Pessoa, e Raimundo Asfora, em Campina Grande, construção do novo presídio em Gurinhém e ampliação de ações de ressocialização com a instalação de unidades de produção industrial dentro dos presídios.

No segmento do Desenvolvimento Humano, a gestão estadual irá ampliar o cartão alimentação, o número de restaurantes populares e manterá os convênios para assistência com as entidades sem fins lucrativos e o abono natalino, assegurando investimentos de R$139 milhões.

Nov0 slogan

O governo do Estado começa a exibir, a partir desta segunda-feira (6), a sua nova marca.

Sai o “Segue o Trabalho”, que inicialmente fez referência a continuidade do “projeto” liderado pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), agora ex-aliado do governador João Azevêdo, entra o slogan “Somos todos Paraíba”.