João Azevêdo assina junto com demais governadores do NE auxílio a órfãos pela Covid-19

Os noves governadores da região, incluindo o paraibano João Azevêdo (Cidadania), aderiram ao programa.

Programa Nordeste Acolhe é lançado em Natal

Um evento realizado em Natal, no Rio Grande do Norte, marcou o lançamento nesta quarta-feira (25) do Programa Nordeste Acolhe, que vai conceder auxílio social de R$ 500 mensais a filhos da região que ficaram órfãos devido a morte de pais ou responsáveis por Covid-19. Os noves governadores da região, incluindo o paraibano João Azevêdo (Cidadania), aderiram ao programa.

>>> João Azevêdo e Lula se encontram em evento do Consórcio Nordeste em Natal

O pagamento vai acontecer até que o órfão alcance a maioridade civil, assegurando o direito à garantia da vida, saúde, educação, lazer e acesso à alimentação. Somente na Paraíba, mais de 740 pessoas estão órfãs de pai e mãe e terão direito ao auxílio.

João Azevêdo ressaltou na ocasião que o Nordeste Acolhe tem o objetivo de cumprir com o papel do estado na proteção de crianças e adolescentes. “Essa é uma ação de assistência social que garante segurança alimentar a pessoas que estão em alta situação de vulnerabilidade social”, frisou.

A expectativa é que nos próximos dias um projeto de lei seja encaminhada à Assembleia Legislativa da Paraíba e o objetivo é que o pagamento comece a ser feito em aproximadamente 90 dias. O processo agora inclui também a identificação das crianças e adolescentes que ficaram órfãos em decorrência da pandemia.

Veja também  João Pessoa vai vacinar contra a Covid-19 em 30 locais diferentes nesta segunda-feira (6)

Eles vão precisar acessar os Centros de Referência em Assistência Social para que a partir daí o cadastramento seja feito.

“A partir de todos os dados que vamos levantar, iremos realizar a concessão do benefício e o acompanhamento do rendimento escolar e a inclusão na rede de socioassistencial e de saúde do estado”, afirmou Tibério Limeira, secretário de Estado do Desenvolvimento Humano.

O Programa Nordeste Acolhe é uma iniciativa da Câmara Temática da Assistência Social, composta pelas secretárias e secretários de assistência social dos nove estados da região, e foi inspirado em experiência parecida realizada no Maranhão. É uma ação voltada à promoção de ações de proteção social às crianças e aos adolescentes em situação de orfandade em decorrência da Covid-19, no campo da política pública de assistência social integrada.