Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Governador da Paraíba apela para que prefeitos atualizem cadastro da vacinação contra covid-19

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA

 

 

Foto: Dayse Euzébio/Secom-JP

A Paraíba é o quarto estado do Brasil que mais vacinou contra covid-19, em números proporcionais à população. O resultado, acredita o governador João Azevêdo (Cidadania), poderia ser melhor se os gestores municipais atualizem no sistema do Ministério da Saúde os dados sobre os públicos alvos já imunizados.

Desde que a vacinação contra covid-19 foi iniciada, em 18 de janeiro deste ano, foram distribuídas 835.928 das 837.380 doses recebidas dos dois laboratórios ( Sinovac/Butantan e Astrazeneca/ Fiocruz). Até o momento, no entanto, apenas 542.812 doses aparecem como aplicadas no painel de vacinação do Ministério da Saúde, ou seja, 35% das doses não foram aplicadas ou não foram atualizadas como aplicadas no sistema.

Por isso, João Azevêdo resolveu apelar na redes sociais para que as prefeituras tenham mais transparência no processo, para que também mais vacinas possam chegar ao estado.

“É importante ainda que cada prefeito tenha compromisso com a sua população de assim que chegar a vacina fazer a aplicação, mas acima de tudo fazer o registro dentro do sistema informatizado do ministério (da Saúde)”, disse.

Segundo João Azevêdo, a Paraíba tem um atraso ‘enorme’ na entrega dos dados sobre o público que já foi vacinado pelos municípios. “Faço apelo para que os prefeitos criem equipes de digitação com voluntários, estagiários, pessoas que possam digitar rapidamente esses dados, porque essa eficiência demonstrada fará com que cheguem mais vacinas”, sugeriu.

Veja também  Piso salarial de R$ 4,7 mil para enfermeiros é aprovado no Senado

Trabalho conjunto

O governador lembrou que a execução do Plano Nacional de Vacinação é um trabalho conjunto, que envolve o Ministério da Saúde no envio das vacinas ao estado, seguido do governo estadual que organiza e coordena o plano de imunização, fazendo as doses chegarem aos municípios; e por fim os municípios que fazem a aplicação da vacina.