Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Sem máscara e aglomerando, Bolsonaro lança Ramal de Apodi no RN; veja cidades da Paraíba beneficiadas

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA

Foto: Marcos Corrêa/PR

Alheios aos protocolos sanitários, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assinaram, nesta quinta-feira (24), a ordem de serviço para início da construção do Ramal do Apodi, no Rio Grande do Norte. A obra vai levar as águas do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco para 54 municípios, sendo 13 deles em território paraibano (segue a lista abaixo).

A cerimônia ocorreu em Pau dos Ferros (RN) e foi movimentada pela presença de apoiadores do presidente e regada por uma série de descumprimento de regras sanitárias para evitar a contaminação pela Covid-19, como o uso de máscara e distanciamento social entre os presentes, inclusive Bolsonaro.

Em um dos momentos, o presidente segurou um bebê no braço e retirou a máscara para ser fotografado com ele. Uma menina de 10 anos que subiu ao palco para recitar um cordel para o presidente, recebeu o pedido para que a máscara fosse baixada e recebeu um “joinha” de Bolsonaro. Sem contar o empurra-empurra e aglomeração das pessoas que tentavam chegar perto do chefe do Executivo.

Investimentos

O governo federal projeta investimentos da ordem e R$ 938,5 milhões. Além da Paraíba, o Ramal deve levar água para municípios dos estados do Rio Grande do Norte (32) e Ceará (9), beneficiando 750 mil pessoas.

Veja também  Opinião: Republicanos não tem direito a exigir vice da base governista, se já escolheu o senador da chapa contrária

A destinação de água do Projeto São Francisco à Bacia do Apodi está prevista desde o ano de 2004, quando foi elaborado o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) do empreendimento. Mas apenas neste ano o projeto saiu do papel.

Sobre o Ramal

As águas do São Francisco serão transportadas a partir da estrutura de controle do Reservatório Caiçara, na Paraíba, até o Reservatório Angicos, já no Rio Grande do Norte. A vazão será de 40 m³ por segundo até o quilômetro 26, de onde deriva o Ramal do Salgado, que levará as águas para o estado do Ceará em intervenção futura.

Após essa derivação, a vazão será de 20 m³ por segundo. Toda a infraestrutura contará ainda com três áreas de controle, 23 trechos de canais, com extensão de 96,7 quilômetros, sete aquedutos, oito rápidos e um túnel.

O Rio Grande do Norte será o estado com a maior quantidade de municípios beneficiados pelas águas do Rio São Francisco transportadas pelo Ramal do Apodi: são 32 cidades, com população estimada em 478 mil pessoas. A porta de entrada será Major Sales, de onde segue para o Rio Apodi, que banha Mossoró, segundo maior município do estado e importante polo regional do Nordeste.

Cidades da Paraíba beneficiadas com Ramal de Apodi

Bernardino Batista
Bom Jesus
Cachoeira dos Índios
Joca Claudino (Santarém)
Lastro
Poço Dantas
Poço de José de Moura
Santa Cruz
Santa Helena
São Francisco
São João do Rio do Peixe
Triunfo
Uiraúna