Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Todas as forças de segurança da Paraíba terão subsídio incorporado, assegura secretário

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA

 

Foto: divulgação/PM

O secretário de Segurança da Paraíba, Jean Nunes, disse ao Conversa Política que a incorporação do subsídio das polícias civis, a partir de janeiro de 2022, também será implantada para as demais forças de segurança e salvamento do estado. No pacote estão também os policiais militares, bombeiros e agentes penitenciários da Paraíba.

O subsídio é uma parcela única da remuneração das categorias, importante para o servidor de carreira que recebe remuneração nesta modalidade, assegurando a integralidade da remuneração da ativa, após o ingresso na inatividade (aposentadoria).

O estudo para a implementação do subsídio salarial das carreiras das Polícias Civil, Militar e Penal e do Corpo de Bombeiros Militar foi autorizado pelo governador João Azevêdo no dia 1º de março. A comissão formada ficará responsável pelos estudos, minuta da lei e implantação do benefício.

Veja também  No PSD, Pacheco será anunciado com o pré-candidato à presidência contra os “extremos”

De lá para cá, segundo Jean Nunes, foram realizadas diversas reuniões com associações e sindicatos das categorias para discutir o assunto. Ainda não há, no entanto, fixação do percentual que será aplicado nesse processo. “Isso será definido mais adiante”, explicou Jean Nunes.

 

Leia também:

>> Policiais civis da Paraíba terão subsídio incorporado em janeiro de 2022, diz secretário 

>> Paraíba é o único estado no Nordeste que não é Polícia Penal e agentes aguardam regulamentação