Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Novo decreto na Paraíba vai flexibilizar setor de eventos a partir de outubro

Representantes do setor receberam aceno positivo do governo em reunião nesta segunda-feira (27).

Foto: Lira Fotos/Brasil Mostra Brasil
Foto: Lira Fotos/Brasil Mostra Brasil

O novo decreto com medidas restritivas na Paraíba deverá flexibilizar a abertura do setor de eventos, especialmente shows, espetáculos, feiras, congressos e a reabertura do Centro de Convenções do governo do estado. A possibilidade foi discutida ontem (27), em João Pessoa, em uma reunião entre a Secretaria de Estado da Saúde e representantes do setor.

O atual decreto tem validade até a próxima quinta-feira (30), quando o governador João Azevêdo (Cidadania) deverá editar as novas regras, com validade para os próximos 15 dias.

A expectativa do Setor de Eventos está voltado exatamente para este novo decreto estadual. Nele é esperado regras mais objetivas que possam dar início à volta das atividades, sempre em observância aos números de casos, internações e óbitos, que já há algum tempo estão em queda na Paraíba.

Veja também  Deputado federal pede investigação depois de ter nome citado em relato de “briga de bar” em João Pessoa

“Estamos discutindo modelos que poderão ser aplicados para atender esse segmento que já foi tão duramente penalizado. Com o término desse decreto estadual nós teremos algumas medidas de flexibilização desses eventos”, antecipou o secretário de Saúde, Geraldo Medeiros.

A reunião intermediada pela secretária da Articulação e Desenvolvimento Social Ana Cláudia Vital, teve a participação da Secretária Executiva da Saúde, Renata Valéria, e do Secretário Executivo de Gestão de Rede de Unidade de Saúde, Daniel Beltrammi.

Participaram também o representante da ABRAPE, Waldner Bernardo, e os empresários dos setor de eventos da Paraíba, Haroldo Lima (Domus Hall), Thiago Nóbrega (Luan Promocões), Marcio Holanda (Spazzio), Fábio Henrique (Colonia Promocões), Delano Tavares (Soul) e Wilson Martinez (Brasil Mostra Brasil).