Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Cabo Gilberto participa de sessão na praça após ter pedido negado por Galdino

Deputado tentou recorrer a um dispositivo da Resolução para conseguir entrar no plenário

Foto: reprodução/Youtube
Cabo Gilberto
Foto: reprodução/Youtube

A polêmica em torno da presença do deputado Cabo Gilberto (PSL) na Assembleia Legislativa da Paraíba ganhou um novo episódio nesta terça-feira (19), dia em que as sessões ordinárias foram retomadas em formato híbrido. Vacinado com apenas um dose, ainda sem poder participar das atividades em plenário, o parlamentar apresentou um pedido para adentrar na Casa.

Cabo Gilberto se valeu de um dispositivo da Resolução sobre a retomadas das atividades presenciais no legislativo. Nela há a previsão de pessoas não plenamente vacinadas participarem das sessões, desde que com autorização da Mesa Diretora da Casa. Ele também apresentou um teste negativo pra Covid-19 para justificar que não iria colocar os colegas em risco.

Veja também  Pesquisadores relatam impactos socioambientais das grandes usinas solares e parques eólicos na Paraíba

O presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), negou monocraticamente o pedido, destacando que o próprio Cabo Gilberto já havia firmado o compromisso de não forçar a sua presença em plenário enquanto não estiver imunizado com as duas doses da vacina contra a Covid-19.

Após a negativa, o deputado decidiu continuar acompanhando a sessão sentado em um banco da Praça dos Três Poderes. Ao ter o microfone aberto para participação, criticou a conduta do presidente da Casa em decidir monocraticamente. Disse que estava sendo perseguido por Galdino.

Com o propósito de encerrar o assunto, Galdino ponderou que o Regimento Interno da Casa disciplina que a decisão de questões de ordem devem ser definidas pelo presidente da sessão.