Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Chió cobra corte do salário de deputado ‘fantasma’ que só pensa em campanha

Deputado pediu que Mesa Diretora da ALPB corte o ponto dos faltosos às sessões.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

O deputado Chió (Rede) resolveu manifestar o seu incômodo após o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, anunciar o encerramento da sessão por falta de quórum, na manhã desta quarta-feira (3). Ele cobrou o corte de ponto dos faltosos.

A queixa de Chió é que muitos parlamentares marcam presença na sessão, mas não participam dela efetivamente. Deixou a entender que os que estão participando de modo híbrido da sessão, estaria colocando um assessor para fazer as vezes ao votar no painel.

Tem gente que entra na sala e some. Aqui todo mundo é igual. Eu também tenho que correr atrás de voto igual todo mundo. Peço que a Mesa comece a cortar o ponto de gente que não está cumprindo o seu dever”, questionou.

Depois do desabafo, o deputado pediu uma providência do presidente da Casa, que assegurou que vai levar o tema para a próxima sessão ordinária.

Veja também  Operação investiga esquema de venda de gasolina ligada ao ex-prefeito de Dona Inês

Segundo Galdino, se o plenário assim entender haverá corte de ponto. Em resumo: caberá aos próprios deputados decidir se vão cortar ou não o salário dos que fizerem a manobra.

Atualmente, as sessões estão acontecendo de maneira híbrida. Uma parte no plenário, presencial, e outra remotamente em aplicativo de videoconferência.