Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Aqui é Cabedelo: prefeitura quer fim da “apropriação turística” e planeja cobrar por atrações

O secretário de Turismo disse ao Conversa Política que os estudos estão sendo feitos e que a cobrança deve acontecer em breve. Mas não confirmou datas nem valores.

Foto: Reprodução/Vídeo institucional
Prefeito Vitor Hugo lança campanha de turismo para o verão em Cabedelo. Foto: Divulgação.

A prefeitura de Cabedelo lançou nesta terça-feira (07) uma campanha de turismo que vai dar o que falar. O primeiro objetivo já foi colocado em prática: acabar com a “história” de João Pessoa “assumir” os pontos turísticos que estão em território cabedelense, entre eles o Pôr do sol do Jacaré e Areia Vermelha. Ou seja, evitar a “apropriação dos atrativos turísticos”, inclusive na divulgação dos festivais de música, que badalam as praias no verão.

No lançamento, o prefeito Vitor Hugo disse que a proposta da campanha é “devolver” a Cabedelo o protagonismo do turismo paraibano. O investimento, segundo ele, já passa dos R$ 80 milhões em obras estruturantes para melhorar a infraestrutura da cidade.

De acordo com a prefeitura, as peças da campanha de marketing “Aqui é Cabedelo” irão ficar disponíveis em carrinhos e painéis no aeroporto, na rede hoteleira e locais de serviço turístico do estado, em banners e outdoors espalhados em pontos estratégicos, em inserções nas redes sociais e emissoras de TV, marca nos mobiliários urbanos.

O gestor garantiu ainda que, devido à pandemia, todos os protocolos estabelecidos nos decretos municipais serão rigorosamente fiscalizados pelos órgãos competentes.

“Não podemos esquecer desse momento pandêmico que ainda estamos vivendo e, por isso, nossas equipes estarão trabalhando em conjunto, fiscalizando e orientando para trazer mais segurança para os munícipes e para os turistas”, disse.

O secretário de Turismo, Haenel Farias, afirmou que está iniciando uma etapa para demarcar território. “Mostrando às pessoas que temos os melhores roteiros turísticos e que sempre foram apropriados por outras cidades e empresas de viagens de turismo, que vendiam como se fosse em João Pessoa. Queremos mudar isso a partir de então”, pontuou o secretário.

Veja também  Consórcio Nordeste cobra ‘urgência’ a Queiroga na compra de CoronaVac para crianças e adolescentes

Ingressos nas atrações turísticas

Outra novidade é a cobrança de ingressos para ter acesso a pontos turísticos da cidade. O secretário disse ao Conversa Política que os estudos estão sendo feitos e isso deve acontecer em breve. Ele não confirmou datas e valores. “Estamos em conversas para que possamos implementar o mais rápido possível. Não tenho como precisar valores e nem uma data para começar. Será o mais breve possível”, afirmou.

O prefeito Vitor Hugo anunciou, no lançamento, que a venda de todos os pacotes para os pontos turísticos da cidade, como Areia Vermelha e Pôr do Sol do Jacaré, entre outros, será realizada por meio de uma plataforma que está sendo criada. Ficarão isentos das taxas, no entanto, moradores que comprovarem residir no município. (Veja vídeo abaixo)

Vamos realmente trazer um voucher para que as pessoas que vêm de fora já possam adquirir o passaporte para visitação dos pontos turísticos e isso vai trazer, agora, renda para cidade de Cabedelo que nunca teve”, afirmou Vitor Hugo.

O gestor pretende reverter todos os recursos das atividades do turismo em benefício da cidade, possibilitando a realização de novos projetos.

Veja vídeo que será veiculado nos meios de comunicação:

No início da tarde, o prefeito Vitor Hugo divulgou vídeo nas redes sociais para esclarecer dúvidas. Ele também fez publicações nas redes sociais, como esta abaixo:

Matéria atualizada às 15h15, para inclusão de link de vídeo e postagem do prefeito de Cabedelo.