Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Prefeitura de Bananeiras lança festa de São João com 30 dias e nova estrutura

O lançamento em João Pessoa será hoje (27) e em Bananeiras no próximo dia 30. O prefeito Mateus Bezerra está planejando “o melhor São João” com um novo formato.

Grupo “Serra de Bananeiras” em uma de suas apresentações / Foto: Arquivo pessoal
Grupo “Serra de Bananeiras” em uma de suas apresentações / Foto: Arquivo pessoal

O ano não virou, o carnaval de 2022 ainda é incerto em muitas cidades do país, mas a prefeitura de Bananeiras lança, nesta segunda-feira (27), a “mega” festa junina da cidade, programada para junho do ano que vem. Alguém pode achar que é cedo demais, o prefeito rebate: é planejamento.

O prefeito Mateus Bezerra vai reunir a imprensa, classe política, empresários e potenciais parceiros em uma casa de recepções, no Portal do Sol, em João Pessoa, para anunciar a nova estrutura, a nova concepção e as principais atrações, do que os organizadores estão chamando de “nova experiência de São João”.

Bananeiras será palco de uma festa linda, jamais vista na cidade, serão 30 dias de programação cultural. Da tradição à modernidade. Do palco às ruas, vamos abrilhantar essa cidade que é patrimônio histórico da Paraíba”, diz o card de divulgação de lançamento.

Ao Conversa Política, o prefeito afirmou que está fazendo tudo com mais antecedência para que a cidade possa  atrair e fomentar novos negócios.

“Vamos apresentar todo o layout, a novas versão, um novo conceito. Vão ser trinta dias de festa, mesclando eventos religiosos, tradicionais e grandes atrações nacionais (…) vamos apresentar a estrutura da festa em 3D. Amanhã é o lançamento aqui em João Pessoa e dia 30 é lançamento em Bananeiras”, afirmou.

A cidade é conhecida pelo avanço do setor imobiliário de alto padrão, com condomínios horizontais, e, consequentemente, crescimento vertiginoso da construção civil. “Virou o paraíso dos ricos da Paraíba e do Rio Grande do Norte”, comentam alguns. O clima frio, de serra, os empreendimentos estruturados são alguns dos atrativos.

Falta d’água

O prefeito foi questionado pelo Conversa Política sobre a falta d’agua na cidade e na região do Brejo e se a situação de escassez pode ser um obstáculo para um evento que pretende atrair milhares de visitantes.

Há meses os reservatórios que abastecem a cidade estão com nível baixo por causa da falta de chuvas. Moradores que não têm poço estão recebendo água por meio de carros-pipa.

Mateus afirmou que não acredita que o São João será prejudicado com a falta de água nas torneiras da cidade. O gestor espera que a chuvas cheguem, mas afirmou que a prefeitura está tendo cuidado de perfurar poços para amenizar os problemas. Lembrou que o governo do estado anunciou a construção de uma adutora e que, mesmo sabendo que não ficará pronta em seis meses, é um solução apresentada para um região em pleno crescimento.

As pessoas que visitam não deve ter necessariamente preocupação. Porque os hotéis têm poços, os condomínios já têm uma estrutura própria de abastecimento de água. De toda forma, estamos tendo todo cuidado com a população local”, afirmou.

Pandemia

Ele também foi questionado sobre como será a festa, caso a pandemia se mantenha sendo um obstáculo, como acontece agora no Réveillon e no carnaval. Mateus registrou que está trabalhando com planejamento, buscando formas de realizar em cenário de regra e não de exceção.

Veja também  Cícero defende parcerias com Bolsonaro, mas é vaiado por apoiadores do presidente; veja vídeo

“A pandemia é algo que a nosso entender já está em seu término. Dentro desse contexto, estamos fazendo uma gestão com planejamento e não terá problemas. Mas se lá na frente a pandemia tiver em alta, claro que o modelo não será esse, não será feito. Mas é preciso planejar, buscar mecanismos para realizar, não podemos trabalhar com a exceção”, explicou.

Foto: Belo Soares/Divulgação

Trânsito e local dos shows

Em 2019, um dos problemas do São João da cidade foi o trânsito. Quilômetros de congestionamento para entrar no município. Ao blog, Mateus disse que foi desenvolvido um planejamento para evitar que aconteça a mesma coisa em 2022.

Tudo isso passa pela mudança de local de eventos que sairá das vias principais e vai para um outro local”, afirmou.

Segundo ele, um dos problemas dos anos anteriores é que quando o visitante entrava na cidade ele dava de “frente” com a festa, na área de maior movimentação. O prefeito disse que no lançamento será revelado o novo local dos shows, mas adiantou que o espaço vai triplicar de 6 mil metros quadrados para uma área de 20 mil metros quadrados. “Vamos desafogar a festa”, afirmou com entusiasmo.