Justiça Eleitoral libera registro da candidatura de Rama Dantas para prefeitura de JP

Ministério Público Eleitoral deferiu o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) do partido.

O registro da candidatura do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), para o cargo de prefeita do município de João Pessoa, da candidata Rama Dantas, foi deferido, nesta terça-feira (6) pela 64ª Zona Eleitoral, da Justiça Eleitoral. Apesar de terem sido detectadas irregularidades no registro de candidatura no último dia 1º, pelo juiz eleitoral Fábio Leandro de Alencar Cunha, o mesmo juiz assinou o deferimento publicado nesta terça-feira. Segundo o magistrado, “foram preenchidas todas as condições legais para o registro pleiteado e não houve impugnação”.

Dentre as irregularidades encontradas inicialmente estavam a ausência dos subscritores do pedido. Ambos não constavam no Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias (SGIP), nem como presidente de órgão de direção e nem como delegado registrado. Nesta segunda-feira (5), no entanto, o Ministério Público Eleitoral deferiu o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) do partido.

De acordo com o demonstrativo, foram apresentadas todas as informações e documentos exigidos como condição de registrabilidade e a irregularidade apontada foi suprida pelo partido no prazo assinado.

“Agora, vamos discutir para colocar em prática o nosso projeto de construção de candidatura, que é dialogar com o povo pobre, os trabalhadores, as mulheres, os negros, na perspectiva de construir uma alternativa socialista e revolucionária para João Pessoa”, declarou a candidata.