João Paulo Medeiros

MPF denuncia dois ex-secretários de Educação da Paraíba e mais 5 por suspeitas de fraudes

Denúncia foi protocolada hoje e aponta irregularidades em pelo menos 5 contratos

Foto: Ascom

Dois ex-secretários de Educação da Paraíba e mais cinco pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal (MPF) por suspeitas de fraudes na compra de cadeiras e mobília para escolas estaduais. Os contratos foram firmados entre os anos de 2009 e 2011 com as empresas Desk Móveis Escolares e Produtos Plásticos e Delta Produtos e Serviços.

O MPF aponta direcionamento no processo de contratação em 5 contratos, através de atas de registro de preços; além de sobrepreço na compra dos itens.

Na denúncia os investigadores relatam que entre 2008 e 2011 “o grupo formado pelas empresas celebrou vários contratos com órgãos da Prefeitura Municipal de João Pessoa/PB e do Governo do Estado da Paraíba para fornecimento de mobiliário da marca DESK, que totalizaram o valor contratado de R$ 36.805.853,35 (trinta e seis milhões, oitocentos e cinco mil, oitocentos e cinquenta e três reais e trinta e cinco centavos)”.
Os fatos denunciados, porém, são referentes aos contratos firmados com o Estado.

Foto: reprodução

São alvos da denúncia os ex-secretários Francisco de Sales Gaudêncio e Afonso Celso Caldeira Scocuglia. Os demais denunciados são Terezinha da Costa Fernandes, Aniel Aires do Nascimento, Bruno Ricelli Araújo Freire, Fábio Magid Bazhuni Maia e Fabíola Bachuni Maia.
A denúncia foi protocolada hoje e é assinada pelo procurador da República Yordan Moreira Delgado.

Veja também  Mudança do Bolsa Família para Auxílio Brasil excluiu 57 mil famílias do Nordeste, denuncia entidade

Confira a denúncia na íntegra
Até agora o blog não conseguiu contato com as pessoas mencionadas na denúncia do MPF. O espaço, claro, sempre estará aberto.