Pleno Poder

João Paulo Medeiros

Gaeco apresenta 22ª denúncia na Calvário. Veja lista com todas elas e desvios apontados

Dessa vez alvos são o ex-governador Ricardo Coutinho e mais 12 investigados

Foto: reprodução

A Operação Calvário teve hoje a 22ª denúncia apresentada à Justiça. O foco são supostas fraudes na licitação que resultou na renovação do contrato da Cruz Vermelha Brasileira (CVB) – filial Rio Grande do Sul – para a administração do Hospital de Emergência e Trauma, em 2012; além de um suposto esquema de propinas para agentes públicos.

Os alvos, dessa vez, são o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e mais 12 investigados.

A denúncia de hoje relata que entre os meses de julho 2012 a junho de 2017 foram desviados cerca de 49 milhões de recursos públicos. A ação pede a condenação dos acusados, a perda do cargo, função, emprego ou mandato eletivo, além de multa de R$ 49,3 milhões a título de reparação do que teria sido desviado dos cofres públicos.

Veja também  Bruno troca comando da Secretaria de Saúde de Campina Grande

Mas na lista de denúncias apresentadas até agora, a investigação já contabiliza mais de 150 réus e estima ter encontrado desvios milionários na saúde e na educação.

É, sem dúvida alguma, a maior investigação de combate à corrupção da história da Paraíba. Nenhuma outra chegou a um patamar semelhante.

Veja a lista das denúncias apresentadas até aqui:

Além dessas vinte, a 21ª foi protolocada no início do mês e aponta a utilização de empresas, que seriam ligadas a parentes do ex-governador Ricardo Coutinho, para a prática de lavagem de dinheiro.