João Paulo Medeiros

Dos 12 deputados paraibanos, 5 dizem que votarão contra ‘PEC da Vingança’

Foto: Agência Câmara
Foto: Agência Câmara

A Câmara dos Deputados deverá votar hoje a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 5) que altera a formação do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O projeto é péssimo para a sociedade porque ameaça a independência da atuação de promotores e procuradores brasileiros, ao estabelecer a possibilidade do Congresso Nacional indicar o corregedor do órgão (entre outros pontos).

Nos bastidores, entidades que combatem a corrupção têm pressionado para que a proposta não seja aprovada na ‘Casa’.

É uma missão difícil, aliás.

É que parte da classe política está decidida a ‘barrar’ a atuação de órgãos de controle. O movimento é articulado e claro, nesse sentido.

Na Paraíba a expectativa é para o posicionamento da bancada paraibana. Dos 12 deputados, 5 já anteciparam que irão votar contra a PEC.

São eles: Edna Henrique (PSDB), Pedro Cunha Lima (PSDB), Ruy Carneiro (PSDB), Gervásio Maia (PSB) e Julian Lemos (PSL).

Veja também  Justiça condena ex-candidato a prefeito de Patos e mais 4 por irregularidades em obras

Os demais ainda fazem mistério.

Os deputados Wilson Santiago (PTB) e Frei Anastácio (PT) informaram ao blog, através de suas assessorias, que aguardam a posição de suas bancadas.

Já Aguinaldo Ribeiro (Progressista), Hugo Motta (Republicanos), Damião Feliciano (PDT), Wellington Roberto (PL) e Efraim Filho (DEM) ainda não se posicionaram publicamente.