João Paulo Medeiros

Com vácuo na oposição, Cartaxo volta a colocar ‘nome na pista’ para o Governo

Foto: reprodução/facebook
Foto: Secom-JP

O ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), voltou a colocar o ‘nome na pista’ para as eleições do ano que vem. E faz isso em um momento em que a oposição, na Paraíba, tem dificuldade em ter um nome que possa incorporar um projeto para fazer o contraponto ao governador João Azevêdo (Cidadania).

A hesitação do ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), em permanecer na disputa deixou um vácuo entre os oposicionistas. E Cartaxo, até então sumido do debate, tenta reaparecer na cena.

“Nossa disposição é essa. Tenho conversado com muita gente, do PT ao PSDB”, discorreu o ex-prefeito.

O movimento de Cartaxo depende, em alguma maneira, dos ventos que sopram de Brasília.

Veja também  Lucas, Wilson ou Lira: os ‘prós’ e ‘contras’ dos três nomes indicados para vice de João Azevêdo

É que a polarização nacional interferirá, mais do que nunca, nos arranjos paroquiais e, para quem está longe de uma ‘caneta’, encontrar caminhos torna-se ainda mais difícil.

No caso do ex-prefeito pessoense é preciso ainda conviver com o passado de indefinições que afundaram as oposições em 2018. Ele, ainda, carrega o fardo de não ter encarado a disputa naquele momento.

“Nós temos hoje um cenário diferente”, defendeu. O ex-prefeito está na pista. Não deve, porém, ficar apenas na largada.