João Paulo Medeiros

“Não devemos adotar um libera geral” no réveillon da Paraíba, alerta secretário

Geraldo Medeiros concedeu entrevista ao Podcast Papo Político

Secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros
Secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros

O secretário de saúde do Estado, Geraldo Medeiros, está cauteloso com relação à realização de festas de réveillon na Paraíba. “Não devemos adotar um libera geral”, disse ele, durante uma entrevista para o Podcast Papo Político, da Rádio CBN. 

A preocupação de Medeiros é justificável e pertinente.

O receio é de que eventos sem protocolos e com multidões possam provocar um agravamento da crise sanitária no Estado – cujos índices vêm melhorando ao longo dos últimos meses, com o avanço da vacinação.

Veja também  Prefeito da Paraíba vira réu por usar imóvel público como residência para família

A postura da Saúde estadual e as medidas adotadas na Paraíba receberam, recentemente, uma avaliação positiva do IPEA. O Estado recebeu nota 10 na condução de políticas para o enfrentamento à pandemia. Somente o Rio Grande do Sul, São Paulo e Santa Catarina obtiveram notas semelhantes.

“Não adotamos nenhuma medida que não fosse baseada em evidências científicas. Você nunca viu o secretário de saúde preconizando o tratamento precoce, como muitos fizeram”, afirmou Geraldo Medeiros, revelando posteriormente que foi alvo de “pressão” para adotar esse tipo de tratamento.

“Nós não nos curvamos”, registrou.

Confira a entrevista completa