João Paulo Medeiros

Prefeitura ainda não decidiu sobre ponto facultativo de carnaval, mas deve priorizar eventos religiosos

Prefeito quer assegurar realização de eventos religiosos

Foto: Ascom

A prefeitura de Campina Grande ainda não definiu se seguirá, ou não, a recomendação do Estado para que os município cancelem o ponto facultativo de carnaval. Ao Blog, o prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) disse que ainda está avaliando a medida que será tomada.

O prefeito, contudo, adiantou que deve publicar nos próximos dias um decreto para “resguardar a realização dos eventos religiosos”, tradicionais na cidade durante o período carnavalesco.

Os eventos não foram ‘atingidos’ pelo decreto estadual, que manteve a liberação de eventos sociais e shows com até 5 mil participantes.

Nas repartições públicas estaduais o ponto facultativo, entre 28 de fevereiro e 2 de março, foi cancelado.

Veja também  Júri condena empresário a 19 anos por assassinato de radialista em Campina Grande

Confira aqui as regras do decreto do Estado, publicado hoje

Na avaliação de Bruno, a escalada de novos casos da covid-19 tem diminuído. “Antes em nossas testagens tínhamos 60% dos testes positivos. Hoje já temos uma redução, ficando em torno de 40%”, registrou.

Campina Grande está sem decreto municipal desde novembro do ano passado. A cidade tem seguido as regras estaduais.