João Paulo Medeiros

Aguardando decisão do STF sobre candidatura, Ricardo diz estar confiante

Ex-governador participou da convenção conjunta do PT e MDB

Foto: divulgação

O ex-governador Ricardo Coutinho (PT) participou ontem da convenção conjunta do PT e MDB, que homologou a chapa majoritária das legendas para a disputa eleitoral deste ano. O nome do petista foi oficializado como candidato ao Senado, mas a candidatura dependerá da decisão do STF em manter ou derrubar a inelegibilidade aplicada a ele pelo TSE.

Ricardo, porém, disse estar confiante.

“Eu estou tão tranquilo. Não faria um esforço desse se eu não tivesse a crença na Justiça verdadeira. Estamos aqui convictos de que a mim vai ser dado a oportunidade de colocar nosso nome para que o povo possa escolher”, assinalou, ao ser questionado sobre o tema pelo Blog.

A defesa do ex-governador apresentou essa semana ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma tutela provisória incidental, onde busca suspender de imediato a aplicação da pena de inelegibilidade ao petista decretada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder durante a campanha de 2014.

Veja também  Após novo piso salarial, MPT apura denúncias de assédio e demissões de enfermeiros na Paraíba

O caso iria ser analisado pelo ministro Dias Tofolli, mas ele se declarou impedido. Na tarde da última quinta-feira o processo passou para a relatoria da ministra Rosa Weber.