Alvo da Polícia Federal e outros órgãos é empresário filho de ex-candidato a deputado federal na Paraíba

Operação buscou alvos em Campina Grande, Fagundes e Esperança

Um dos alvos da Operação Intermedium, desencadeada hoje pela Polícia Federal e por outros órgãos, é filho de um ex-candidato a deputado federal na Paraíba ano passado. O empresário Ataliba Arruda Filho foi alvo de um dos mandados expedidos pela Justiça, mas não foi localizado pelas equipes.

Ele é filho de Ataliba Arruda, ex-candidato a deputado pelo PRTB.

Ataliba (o pai) foi preso na década de 70, acusado de envolvimento em homicídios, permanecendo detido por anos. Na época da eleição, porém, ele apresentou documentos que comprovaram não ter nenhuma pendência criminal.

A investigação de hoje mira o suposto envolvimento do empresário (Ataliba Arruda Filho) e de outros suspeitos com o tráfico de drogas e de armas, conforme as polícias.

A Operação Intermedium

Os mandados foram cumpridos por uma Força-Tarefa de combate ao crime organizado do Sistema Único de Segurança Pública da Paraíba- FT-Susp/PB – composta por policiais federais, rodoviários federais, agentes do SENAPPEN, policiais civis, militares e policiais penais da Paraíba.

Doze ordens judiciais de busca e apreensão e 2 mandados de prisão preventiva foram expedidos com alvos nas cidades de Campina Grande, Fagundes e Esperança.

A ação é mais um desdobramento da Operação Patrinus, deflagrada em dezembro de 2022 contra a atuação de organização criminosa na Paraíba. As medidas cautelares cumpridas hoje têm como alvo um homem matriculado em facção criminosa que atua no tráfico de drogas e intermediação de compra e aluguel de armas de fogo, vindo daí o nome da operação.

Alvo da Polícia Federal e outros órgãos é empresário filho de ex-candidato a deputado federal na Paraíba