Câmara de Campina Grande aprova criação de verba indenizatória de R$ 12 mil para cada vereador

No fim do ano passado a Câmara de Campina Grande desengavetou um projeto de resolução para criar uma Verba Indenizatória (VIAP). Na época a ideia era ter mais um benefício, no valor de R$ 5 mil mensais, para cada um dos 23 vereadores da cidade. Ontem a proposta de resolução foi finalmente aprovada, com o voto favorável de 22 vereadores.

Vereadores da base do prefeito Bruno Cunha Lima e da oposição ratificaram a proposta. Com um detalhe: ampliaram a verba extra para R$ 12 mil!

O benefício surge depois do Legislativo municipal ter tido dois reajustes salariais recentes. Um em fevereiro do ano passado, de 26%, e outro meses depois, ‘batizado’ pelos vereadores de recomposição inflacionária.

Os recursos da VIAP serão utilizados para custear gastos com combustíveis, divulgação de atividade parlamentar, passagens aéreas e inscrições em eventos. Foram fixados tetos de gastos mensais (dentro da cota) de R$ 2.500,00 para combustíveis, R$ 5 mil para divulgação do mandato e de R$ 7 mil para contratação de consultoria, assessoramento contábil e jurídico.

A Câmara adota um modelo parecido com o já em vigor, há tempos, na Assembleia Legislativa do Estado. Por lá deputados estaduais têm direito a R$ 50 mil por mês em VIAP.

Os vereadores de Campina abusam dos benefícios. De 2023 para cá foram dois aumentos e agora uma ‘generosa’ verba extra.