Maiara defende a participação de todos os ritmos no Maior São João do Mundo

Cantora sertaneja se eterniza na "Calçada da Fama"  e quer ‘gregos e troianos’ na festa junina. 

A cantora sertaneja Maiara, da dupla Maiara e Maraisa, passou a fazer parte, nesta terça-feira (27), à tarde, do Projeto Mãos na Vila do Artesão, na “Calçada da Fama” , em Campina Grande. Ele defendeu a presença de todos os estilos de músicas no Maior São João do Mundo.

“Eu acho que esse intercâmbio cultural tem que ser feito para mostrar Campina Grande para o Brasil inteiro. Independente de você fazer forró, sertanejo, axé, funk, uma festa deste tamanho tem que ter todos os estilos e agradar a gregos e troianos”, disse Maiara.

A grande presença de sertanejos no São João campinense foi criticada por Elba Ramalho, Alcimar Monteiro e outros forrozeiros, provocando uma grande polêmica. A cantora Marília Mendonça chegou a dizer que sertanejo tem espaço também na festa.

Veja também  Cadastro de quadrilhas juninas que vão se apresentar no São João 2022 de Campina Grande começa na quinta (26)

Mãos eternizadas

A “Calçada da Fama” tem a marca das mãos de vários artistas que foram homenageados por contribuírem para a valorização da cultura regional. Maiara foi recebida na Vila do Artesão pelo prefeito Romero Rodrigues e o presidente da AMDE, Nelson Gomes Filho.
A sua irmã, a cantora Maraisa, preferiu descansar para o show, que acontece nesta terça-feira à noite, na cidade de Monteiro. A dupla se apresentou no domingo (25), à noite, no Parque do Povo.