Vacinação de crianças contra Covid-19 começa por quem tem deficiência e autismo, em Campina Grande

Pais ou responsáveis devem fazer pré-cadastro. Conforme a Secretaria de Saúde, público infantil deve ser ampliado a partir da próxima semana.

Getty Images/Ivan Pantic Jacqueline Howardda

A vacinação contra a Covid-19 de crianças em Campina Grande vai começar neste sábado (15), segundo informou a Secretaria de Saúde do Município. Serão imunizados, a princípio, os públicos prioritários, formados pelas crianças com deficiência e aquelas com autismo, além de todas as crianças atendidas no Centro Especializado em Reabilitação (CER), onde será o espaço destinado a esse público.

Segundo a Secretaria de Saúde, não será necessário realizar agendamento. Basta apresentar laudo comprobatório da doença permanente ou do Transtorno do Espectro Autista (TEA). A vacinação para as outras crianças vai acontecer conforme as novas remessas de vacinas forem recebidas.

A partir da próxima segunda-feira (17), será iniciada a vacinação de crianças com comorbidades, no Parque da Liberdade. Para este grupo, será exigido o agendamento, que deve ser realizado pelo site vacinacao.campinagrande.pb.gov.br ou pelo aplicativo Vacina Campina.

A Secretaria de Saúde também vai imunizar as crianças de instituições como Instituto dos Cegos e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). Outra estratégia adotada durante a campanha será a aplicação das doses nas escolas públicas e privadas.

Pelo menos 23.600 doses da Pfizer devem chegar ao estado na manhã da sexta-feira (14). Elas serão destinadas às crianças, entre 5 e 11 anos, com uma população estimada em mais de 300 mil.

A vacinação de crianças desta faixa etária foi autorizada pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 16 de dezembro.