Casos prováveis de dengue na Paraíba em 2024 são mais que o dobro do mesmo período do ano passado

Aedes aegypti. foto: internet

A Paraíba registrou 3.389 casos prováveis de dengue desde o início do ano, de acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Em 2023, foram registrados no mesmo período de 10 semanas no início do ano, 1.200 pessoas infectadas com dengue. A comparação entre esses números representa um aumento de quase três vezes em casos prováveis, ou 168% de aumento.

Os números que abrangem somente as 10 primeiras semanas de 2024 representam 46% de todos os casos registrados durante todo o ano passado. Nos 12 meses de 2023, a SES registrou 7.237 diagnósticos de pessoas com dengue.

Além disso, até o momento, a Paraíba confirmou três mortes por dengue e uma outra está em investigação pela SES.

Vacinação contra a dengue na Paraíba

Vacina contra dengue na Paraíba
Frascos da vacina Qdenga (Foto: Rogério Vidmantas/Prefeitura de Dourados)

Desde fevereiro, 14 cidades na Paraíba vacinam contra a dengue em postos de saúde. O público-alvo da primeira fase de vacinação foi estabelecido entre 10 e 14 anos.

A faixa etária escolhida para o início da vacinação tem alto número de hospitalizações por dengue. O esquema será de duas doses com intervalo de três meses entre elas. O quantitativo distribuído é direcionado para a primeira dose do esquema preconizado.

De acordo com a SES, o critério de escolha das 14 cidades que receberam as doses de vacina da dengue foram os considerados com alta taxa de transmissão de dengue nos últimos 10 anos.

A Secretaria de Saúde ressalta que, caso a criança ou adolescente tenha sido diagnosticado com dengue, é necessário aguardar seis meses para iniciar o esquema vacinal.

Saiba as cidades que vacinam contra a dengue na Paraíba

  • João Pessoa
  • Santa Rita
  • Cabedelo
  • Bayeux
  • Conde
  • Caaporã
  • Sapé
  • Alhandra
  • Pitimbu
  • Cruz do Espírito Santo
  • Lucena
  • Mari
  • Riachão do Poço
  • Sobrado