Quais cidades vão receber a vacina da dengue na Paraíba pelo SUS?

Aplicação da vacina da dengue na Paraíba vai começar em fevereiro, pelo público de 10 a 14 anos.

Frascos da vacina Qdenga (Foto: Rogério Vidmantas/Prefeitura de Dourados)

A vacinação contra a dengue pelo Sistema Único de Saúde (SUS) vai começar em fevereiro de 2024 para o público de 10 a 14 anos. Confira abaixo a lista das cidades que vão receber a vacina da dengue na Paraíba. Nesta quinta-feira (25), o Ministério da Saúde anunciou quais cidades vão receber as primeiras doses da Qdenga e começar a imunização gratuita no país.

A vacina contra a dengue será aplicada na população de regiões endêmicas, em 521 municípios, a partir de fevereiro. Vão receber a vacina da dengue na Paraíba 14 cidades, todas que fazem parte da 1ª Região Mata Atlântica.

Quais cidades vão receber a vacina da dengue na Paraíba pelo SUS?

  • João Pessoa
  • Santa Rita
  • Cabedelo
  • Bayeux
  • Conde
  • Caaporã
  • Sapé
  • Alhandra
  • Pitimbu
  • Cruz do Espírito Santo
  • Lucena
  • Mari
  • Riachão do Poço
  • Sobrado

Segundo o Ministério da Saúde, as regiões de saúde selecionadas para iniciar a vacinação contra a dengue atendem a três critérios: são formadas por municípios de grande porte, ou seja, mais de 100 mil habitantes, com alta transmissão de dengue registrada em 2023 e 2024, e com maior predominância do sorotipo DENV-2.

Com isso, 16 estados e o Distrito Federal têm municípios que preenchem os requisitos para o início da vacinação a partir de 2024. Veja a lista de municípios que vão receber a vacina da dengue em todo o país.

Como vai acontecer a vacinação contra a dengue pelo SUS?

Serão vacinadas as crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos, faixa etária que concentra maior número de hospitalização por dengue – 16,4 mil de janeiro de 2019 a novembro de 2023, depois das pessoas idosas.

Apesar de o grupo mais atingido ser o de idosos, a vacina não foi autorizada pela Anvisa para essa população.

O esquema vacinal da vacina da dengue será composto por duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

A definição de um público-alvo e regiões prioritárias para a imunização foi necessária em razão da capacidade limitada de fornecimento de doses pelo laboratório fabricante da vacina. A primeira remessa com cerca de 757 mil doses chegou ao Brasil no último sábado (20). Outra remessa, com mais de 568 mil doses, está com entrega prevista para fevereiro.

Além dessas, o Ministério da Saúde adquiriu o quantitativo total disponível pelo fabricante para 2024: 5,2 milhões de doses da Qdenga. De acordo com a empresa, a previsão é que sejam entregues ao longo do ano, até dezembro. Para 2025, a pasta contratou 9 milhões de doses.

O Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público universal. O Ministério da Saúde incorporou a vacina contra a dengue em dezembro de 2023.