Salário médio de contratação com carteira assinada cai quase 6% em 1 ano no Brasil

Dados são divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do MTP.

Carteira de trabalho. Foto: Divulgação

O salário médio de contratação em empregos com carteira assinada no Brasil teve uma queda de 5,6% em um ano. Os dados são divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência.

No mês de maio, a remuneração média de admissão foi de R$ 1.898. Já em maio do ano passado, foi de R$ 2.011, em valores corrigidos pela inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Já nos cinco primeiros meses deste ano, apenas no mês de abril, de R$ 1.916 o salário de admissão apresentou aumento real. E o valor de R$ 1.898 notificado em maio é o mais baixo desde dezembro de 2021.

Veja a evolução do salário médio do Brasil em um ano

>>> Maio/2021 – R$ 2.011

>>> Junho/2021 – R$ 2.014

>>> Julho/2021 – R$ 1.982

>>> Agosto/2021 – R$ 1.957

>>> Setembro/2021 – R$ 1.936

>>> Outubro/2021 – R$ 1.913

>>> Novembro/2021 – R$ 1.880

>>> Dezembro/2021 – R$ 1.880

>>> Janeiro/2022 – R$ 1.994

>>> Fevereiro /2022 – R$ 1.919

>>> Março/2022 – R$ 1.901

>>> Abril/2022 – R$ 1.916

>>> Maio/2022 – R$ 1.898