Museu do Artesanato Paraibano guarda história da arte e revive a cultura artística da Paraíba

Local expõe artesanato de todo o estado da Paraíba, com variadas tipologias.

Museu do Artesanato Paraibano – Foto: Divulgação

Os museus preservam a memória do passado e ajudam a entender o presente. E os paraibanos precisam conhecer a sua história e entender a construção da sociedade que constitui o estado. Neste domingo (5), o programa Paraíba Comunidade, das TVs Cabo Branco e Paraíba, mostrou como funcionam alguns museus da cidade. Um deles é o Museu do Artesanato Paraibano, que explica a história da Paraíba através da cultura artística das mãos de quem esculpe, de quem repassa suas ideias através de obras de arte e de forma natural.

Localizado em frente à Praça da Independência, no Centro de João Pessoa, o Museu do Artesanato Paraibano expõe um acervo de artesanato com obras de artistas de todo o estado da Paraíba. Antes de se tornar museu, o espaço era a antiga Casa do Artista Popular, fundada em 2005 e com funcionamento até 2019, quando um decreto transformou o local em um museu.

Com a transformação em museu, o local ainda recebeu a homenagem de Janete Costa no nome oficial do local. Janete foi uma curadora, designer e arquiteta pernambucana, e foi dado ao museu o seu nome como condecoração. Janete morreu em 2008.

O espaço carrega a história paraibana em todos os aspectos. A sua estrutura física, por exemplo, remonta da década de 1920. O prédio tem sua construção estabelecida entre os anos de 1925 e 1929 e chegou a ser utilizado como residência até os anos 60, e entre os anos 70 e 80 o local funcionou como um pensionato.

Após as obras de revitalização do local, o agora museu foi aberto para o público em junho deste ano – 2021. No espaço, o visitante pode conhecer a vida e obra de diversos artesãos e artistas populares paraibanos que expõem as mais variadas tipologias artesanais, tais como fibras, cerâmicas, madeiras, rendas, brinquedos populares, entre outros objetos. São mais de 700 peças de diferentes tipologias de todas as regiões da Paraíba. O local também serviu como espaço de trabalho de uma artista plástica paraibana, servindo como ateliê.

O diretor do museu, Fábio Moraes, comenta sobre a importância do espaço para o povo paraibano. “É a arte mantida de forma que as pessoas possam conhecer a cultura paraibana”, disse. O museu conta com exposições temporárias e espaço de convivência, além da biblioteca Ariano Suassuna.

A curadoria do museu é feita pela arquiteta Janete Costa e Sílvia Cunha Lima. O museu é aberto ao público em geral e também recebe visitas em grupo, principalmente de escolas. O museu funciona de terça a domingo, das 9h às 17h, sendo fechado apenas na segunda.

Veja também  ‘O Senhor dos Anéis’, ‘Sandman’, ‘House of the Dragon’ e mais: as séries aguardadas para 2022