Morre Lourdes Bandeira. Professora teve passagem marcante pela UFPB

Amanhecemos, nesta segunda-feira (13), com a notícia da morte de Lourdes Bandeira (Foto/Secom UnB). Triste notícia para os que foram alunos, colegas de magistério e contemporâneos da passagem da professora por João Pessoa e pelos quadros da Universidade Federal da Paraíba nos anos 1980.

Lourdes Bandeira era docente no Departamento de Sociologia da UnB e morreu neste domingo (12) em Brasília. A causa da morte ainda não foi divulgada.

O Correio Braziliense diz que Lourdes era uma referência em pesquisas sobre feminismo, gênero e violência contra a mulher.

Além de professora e pesquisadora, Lourdes era, na verdade, uma ativista incansável. Muito antes da retomada dos debates feministas que testemunhamos nos últimos anos, ela já era, para os que foram seus contemporâneos em João Pessoa, uma referência vigorosa na luta das mulheres.

Veja também  Nevermind, do Nirvana, não é rock alternativo. É produto comercial que vendeu milhões de cópias

Quando começamos na TV Cabo Branco, há quase 35 anos, Lourdes era presença frequente em nosso estúdio e nas reportagens. Lembro bem da lucidez dos seus argumentos, da força da sua fala. Também da sua beleza – não sei se o politicamente correto me impede de fazer esse registro. Mas está feito.

Lourdes Bandeira era graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tinha mestrado em  Sociologia e doutorado em Antropologia. Também tinha pós-doutorado em Antropologia. Estava na UnB há 16 anos.